sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Chegam-me notícias daquele que acredito ser o homem da minha vida. Que é Timor, se Timor é um homem ou um mar. E acho lindo dizer isto. Ele já sabe agora, que parti, mas nunca o discutimos frente a frente. Isto traduz-se em telepatia intercontinental de "ha'u hein… ha'u hein". Digam isto devagarinho e com os agás aspirados para perceberem.

Ele disse "tenki ser". Ora a ideia de ser-se, muito menos obrigatoriemente (tenki = tem que)!, não existe por aqueles lados. Pelo menos transformada numa só palavra, como ser em português.

Este fenómeno da inserção pontual de palavras estrangeiras no tétum advém da necessidade de abstracção, ou até mesmo do desconhecimento de como o dizer na língua oficial local, já que não é essa a língua mãe de grande parte dos timorenses.

Obviamente que este fenómeno está também relacionado com o facto de existir uma partilha de pódium das línguas oficiais do país. O português vai marcando terreno com aquelas palavras poéticas como o nunca, o sempre, o ser.

E a verdade é que, por ser o tétum uma língua tão simples, que nem abstracções, pelo menos como as entendemos, as tem, consegue-se, ao traduzir para português, dizer poesia simples. Ao natural.

E por isso é que me apaixonei por Timor. Porque ele fala a minha língua.

2 bitaites:

Annie disse...

:D a língua que fala amor

Anónimo disse...

Que saudades de ler o teu blog. Agora que estás pertinho só lhe dou uma vista de olhos e quase sempre em tua casa. Adorei as imagens da casa, os textos e a música dos galaxy que me fez viajar, imagina até onde? Até tua casa :). Porque será? lol. Gosto de te ouvir falar tetum, gosto da tua parede recheada de projectos, da tua criatividade e do teu empenho em tudo que planeias fazer, tenho a certeza que vais concretizar tudo e sei que em breve vou comprar um bilhete para assistir a um concerto na casa da música ou por aí. Beijos Alice


Bárbara

Enviar um comentário

 

Copyright 2006 | Template cedido por GeckoandFly e modificado e convertido para Blogger Beta porBlogcrowds.
Muito obrigada :) Se queres conteúdo reproduzir, basta pedir!