domingo, 27 de janeiro de 2008

"Era como se desfocasse os olhos", disse e continuou. Em mim qual revelação do silêncio em surdina no vácuo. Que a vida não é bem recebida no deserto de Atacama. É lentamente absorvida pela morte imensa que a rodeia. No cimo da desmesurada duna de areia, à luz do luar pleno, nem é urgente fechar os olhos para ouvir o silêncio ao ritmo do coração. Sentir-se-á doutra forma, e apesar do sorriso, da harmonia invasora, a esterilidade grita ao ouvido o berro ausente, o silêncio de morte, espesso de vida, opaco e denso o ar que respiro.

0 bitaites:

Enviar um comentário

 

Copyright 2006 | Template cedido por GeckoandFly e modificado e convertido para Blogger Beta porBlogcrowds.
Muito obrigada :) Se queres conteúdo reproduzir, basta pedir!