3 bitaites segunda-feira, 26 de julho de 2010

Eu cá sou concreta e concretamente digo que já era sem tempo, uluk liu, expressão que sempre gostei de usar, enfatizando aquilo que há muito, muito tempo, como nas fábulas, era uma vez, imaginando, em que o Amor movia montanhas, sem nada ter de romântico, e que elas vinham e estavam muito além desse mundo onde bem se confundem tais fenómenos naturais e geológicos para redutoramente personificar-se em alguém, que muito deu ou faz sentir, a intenção dos nossos gestos. O mesmo Camões que tanto procurou defini-lo é quem nomeia e baptiza esta rua de Sines que nos acolhe.

Eu cá sou concreta, o meu betão faz-se de terra, e os olhos só vêm assim do que pouco se diz por letras trocadas, quando muito melhor se sabe, entre gestos, interpretados, agora, iha tempo uluk liu, iha oin seluk liu, ou há um ano atrás, e generalizado na seguinte afirmação, definição maubere para stand by, interpretada e traduzida para "procura esquecer tudo e o que tiver de ser acontecerá". Simplesmente. Não tão simplesmente. É que de muitos braços se concretiza.

Entro no estúdio da Escola de Música de Sines, meto-me de cócoras, a canto, embrulhada em tais, e é vê-los, aos Galaxy, a ensaiar Timor. Eu de cócoras, a observar, os gestos, a saber as vibrações do som no cenário azulejado, real, construído, de alicerces feitos de terra e betão galáctico dentro de cada e entre todos nós. Brindemos aos pés na terra e à cabeça nas nuvens.

GALAXY no FMM Sines: Uma das principais bandas timorenses pela primeira vez em Portugal


Timor-Leste marca presença pela primeira vez num grande festival de música de Portugal: os Galaxy, uma das principais bandas da actualidade timorense, fazem a sua estreia europeia no palco do Festival Músicas do Mundo de Sines no próximo dia 31 de Julho e vão estar em tour por Portugal este verão.

Vêm do extremo Este de Timor-Leste e para além de Sines passarão por Coimbra (Salão Brazil a 5 de Agosto), Porto (Praça Filipa de Lencastre, 6 de Agosto) e Lisboa. “Timor-Leste é uma nova nação e quer mostrar ao mundo a sua identidade através da cultura e da música, agora à luz da liberdade”, afirma o vocalista, Melchior Dias Fernandes.

A música dos Galaxy é representativa do espírito revolucionário da juventude timorense, que cresceu durante o tempo da ocupação indonésia: os cinco artistas destacam-se pela sua rebeldia, consciência social e jams envolventes. Através da música fazem convergir sonoridades modernas e tradicionais do povo maubere, enquanto abordam questões como a tradição, o HIV, o género, o neo-colonialismo e o roubo dos recursos petrolíferos.

Os Galaxy nasceram da Arte Moris, a única escola de arte do país, criada como um abrigo para as crianças e jovens de rua no pós-conflito de Timor. A escola, gratuita e sem fins lucrativos, é hoje um modelo de empreendedorismo social de grande prestígio, sendo apoiada pelo Nobel da Paz e actual Presidente de Timor Leste, José Ramos Horta, e tendo sido distinguida em 2003 com o prémio das Nações Unidas para os Direitos Humanos. A Arte Moris (“Arte Viva”) é um espaço auto-sustentável e comunitário, onde os artistas residentes se dedicam às artes plásticas, representação, audiovisual, música e paisagens sonoras.

Também em Sines, os Galaxy estão a promover oficinas de arte e música com crianças, criando um raro espaço de partilha de cultura entre países irmãos. Foram ainda convidados a participar na Universidade de Verão da eco-aldeia Tamera, em Odemira, para abordar o tema da paz juntamente com activistas e pacifistas de todo o mundo.

O grupo apresentou-se ao público em 2002, e Portugal é o terceiro país onde a música os leva: tocaram no Darwin Festival, na Austrália, em 2006 e 2008 e em Bandung, Indonésia, em 2007. A sua digressão em Portugal está a ser organizada pela Moving Cause, associação sem fins lucrativos, dedicada à disseminação do empreendedorismo social.

Recentemente no programa Câmara Clara, “Músicas do Mundo: Da Tradição ao Futuro”, o jornalista António Pires, especialista em músicas do mundo, descreveu a sonoridade dos Galaxy como “reagge heavy metal absolutamente fantástico”.


Mais informações: Sara Moreira | Moving Cause | 93 830 53 44 | saramoreira@movingcause.org | www.movingcause.org

Myspace: www.myspace.com/galaxytimor
Arte Moris: http://artemoris.org/about_us.htm
Blog: http://galaxytimor.wordpress.com
Festival Músicas do Mundo 2010: http://fmm.com.pt/programa/sabado-31-de-julho/galaxy-timor-leste/
Concerto Coimbra: http://salaobrazil.blogspot.com/2010/07/galaxy-timor-leste-5-de-agosto-21h45.html

Entrevistas:

 

Copyright 2006 | Template cedido por GeckoandFly e modificado e convertido para Blogger Beta porBlogcrowds.
Muito obrigada :) Se queres conteúdo reproduzir, basta pedir!