sábado, 16 de agosto de 2008

Já sei qual o motivo que me trouxe a Timor, desta vez. Vim procurar a palavra mais linda do tétum. E o que encontrei é expressão, único.

Oin seluk liu. Traduzir à letra não pode ser, nesta língua em que o quem se confunde com o se. Diz-se isto de alguém, que é único, e a ideia (da dita tradução) é de que não há outra cara como a dele.

Agora que encontrei a expressão, já podia seguir viagem, sentir outros ventos, mas fica sempre a vontade de poder dizer outra vez oin seluk liu. Ouvir também sabe bem, e é tão confortável por aqui ficar, percorrer a pé os caminhos, mais, ou menos, povoados, fazer tudo com calma, falar devagar e muito.

1 bitaites:

Anónimo disse...

Sarita, dou-te os meus parabens! Adoro ler o teu blog!
Continua que vais longe!!!
Beijinhos

Enviar um comentário

 

Copyright 2006 | Template cedido por GeckoandFly e modificado e convertido para Blogger Beta porBlogcrowds.
Muito obrigada :) Se queres conteúdo reproduzir, basta pedir!