domingo, 8 de junho de 2008

Não sou eu quem lês na vida a sério, naquela que não é virtual, perguntam-me porque tens sempre o ar mais triste.


Mesmo nos dias, que se repetem, em que acordo com canto de felicidade, existe nostalgia nas melodias. Mesmo contemplativa, deslumbrada, com vontade de me fundir com a vida, há uma certa melancolia que se prende ao meu olhar. Mesmo no reencontro há muito esperado é como se estivesse envolvida por um abatimento profundo. Na mesma linha, nas despedidas só dou palmadinhas nas costas do outro.

Que sou fleumática, dizem uns, que parece que nada me toca, atiram-me outros à cara, como se isso, por dentro, não me fosse tocar.

Resguardo a minha intenção, mesmo quando desejo muito, com um tímido sério sibilante sim.

8 bitaites:

Francisco disse...

Não tens o ar mais triste...

... mas também não deixas de ser engenheira informática.

Só para deixar um beijinho e dizer que gosto muito de te ler.

Pedro disse...

same here...

sarita disse...

Hmmmm, estou indignada (e não é so o ar que tenho por causa da picada de mosquito na pálpebra direita). Como é que o francisco-desconhecido sabe se tenho ou deixo de ter o ar mais triste? E pedro, o teu same here é redundante e ambíguo. Faz me lembrar a Ana Lee :)

mãenuela disse...

Ora bem, será que estás indiferente por fora mas alegre ou triste por dentro? i.e., será que te esqueces de pôr a cara correspondente ao que estás a sentir, por estares muito concentrada no sentimento?
Não é a forma mais fácil de se ser, porque nem sempre os outros têm a capacidade de pressentir o que sentimos, e podem ficar decepcionados com a aparente indiferença com que se julgam tratados.

Nolasco disse...

Olha Sara, nao sei quem tu estas a dizer ou referir, mas juro que na minha opiniao sobre a ti e' "Tu es uma pessoa muita calma e com calminha que tu tens ninquem dos teus amigos podem identificar facilmente o que tu estas a sentir,.....como eu" e para as pessoas te conheceram e perceberam facilmente a tua situacao e' melhor dizer com voz ouvido. por exemplo "Nao quero me chatea ou deixe eu faco o meu espaco" e se tu estas triste luta contra essa tristeza sei que e' dificil mas a realidade que assim. ate agora nao te pareco triste ..........sempre feliz na sua calminha que tem sorizinha na sua cara quando eu te encontro e a despedida tambem. aproveito de dar um beijinho a ti.

mãenuela disse...

esse nolasco é um querido!

Nolasco disse...

Obrigado pela palavra “querido” já sei quem me diga essa, é a mãe da Sarinha, a Sara já me contou um pouco sobre si ........................

Tenho pena de não falamos direitamente, pois é realidade mas a tecnologia ainda nos ajuda no encontro .........................

E obrigado pelo computador e já vi a sua fotografia no meu computador são giras ............................

....um dia falamos direitamente não virtual..............

Cumprimentos,

ines disse...

oh, carapaças!

isso são só carapaças.... pfff... quem não as tem???

Enviar um comentário

 

Copyright 2006 | Template cedido por GeckoandFly e modificado e convertido para Blogger Beta porBlogcrowds.
Muito obrigada :) Se queres conteúdo reproduzir, basta pedir!